segunda-feira, 15 de junho de 2015

Frutas da estação são mais saborosas
Naíse em Sintonia com Você11:56 0 comentários

Não é porque o verão acabou que você vai perder o hábito de comer frutas, né? Consumir as da estação é a melhor pedida já que estão mais frescas, saborosas e nutritivas, garante a nutricionista esportiva da Clínica Nutrissoma, Marina Cargnin. – A cor é uniforme, o aroma costuma ser mais intenso – quando são colhidas no tempo certo. Além disso, quando estão no seu período de safra, sofrem menos ataques de pragas e, consequentemente, os agricultores usam menos agrotóxicos, afirma. Ela recomenda evitar àquelas com cor ou aspecto diferentes do original e também com machucados porque podem estar estragadas. Saiba quais são as frutas do outono, formas de consumir nessa época e dicas para ficarem ainda mais saborosas.

Frutas de outono: Banana, carambola, caqui, coco, kiwi, laranja, limão, maçã, bergamota, uva, morango, abacate, ameixa, figo.

Dicas para não perder o hábito de comer frutas e incluir na rotina:

- Escolha a hora mais quente do dia para comer; - Coma sempre após a prática de alguma atividade física;

- Prefira as frutas em temperatura ambiente que fica mais fácil incluir nos hábitos do dia a dia e depois manter no inverno;

- Prefira sucos e vitaminas no lugar de outras bebidas e salada de frutas em vez de doces ou salgadinhos;

- Inclua nas refeições, junto com as saladas ou como sobremesa.

Delícias grelhadas: Você pode escolher a fruta que mais gostar e colocá-la no forno por alguns minutos. Alguns exemplos que ficam ótimos: abacaxi, maçã, banana, pêra e manga. Individualmente ou várias juntas, fica uma delícia acrescentar canela, mel, cacau em pó ou castanhas para ficarem ainda mais saborosas.



Categoria:
Sobre o autor Naíse Munhões Quartieri, natural de Santiago – RS, graduada em Comunicação Social – Habilitação de Relações Públicas pela Universidade Federal de Santa Maria, especialista em Gestão de Pessoas pela URI – Campus de Santiago, especialista em Leitura, Análise, Produção e Reescritura Textual pela URI – Campus de Santiago. Facebook ou Twitter

0 comentários

Postar um comentário